Sobre o blog:

“A humanização do nascimento não representa um retorno romântico ao passado, nem uma desvalorização da tecnologia. Em vez disso, oferece uma via ecológica e sustentável para o futuro” Ricardo H. Jones

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Elogio da imperfeição

Que mal tem se o pó se acumula nos móveis, se não se consegue chegar a horas à escola ou se os outros pais lançam olhares desaprovadores perante uma saída nocturna «à antiga»? A família está feliz? Isso é que importa.

Estão a gostar? então espreitem ESTE texto da Pais&Filhos. As mães querem-se imperfeitas!
Fiquei muito mais aliviada, afinal não é assim tão mau ter a casa desarrumada :) Saídas nocturnas dispenso, mas não me importava de ter uma noite romântica em que depois daquilo que estão a pensar, dormia a noite TODA ( isto já não acontece á 3 anos!!! a parte de não dormir a noite toda claro e não aquilo que estão a pensar!) e depois acordava TÃO bem disposta que repetia o que me fez dormir de sorriso nos lábios :)))))))

Bem... este blog está a ficar picante.... Vou mas é arrumar a casa!

4 comentários:

Dulce Reis disse...

Eheheh... Somos mães mas também somos mulheres, certo? Amei!...
Beijinho

P e M disse...

E somos empregadas domesticas... também... detesto os afazeres da casa...

Só de olhar para a minha... nem vos digo, nem vos conto...

Por mais que eu me esforce...

Noites de 8 horas de puro dormir... fazem-me tão bem... faziam-me... a moça está numa fase de gritar por mim a meio da noite... como eu estivesse loooooooooooooooooooge...

O pior é que eu também acordo e custa-me a adormecer... já não estava habituada...

(se forem alguns erro... a... a minha filha corrige. Ok?)

Filipa disse...

Ai, as saudades de dormir uma noite inteira de seguida...
A propósito de mães perfeitas, li há pouco tempo um livro chamado 'Como não ser uma mãe perfeita' (Libby Purves, editora Terramar)... Adorei : ) Já conheces? A ver se te empresto!

Cat disse...

Filipa, não conheço depois emprestas?

beijos