Sobre o blog:

“A humanização do nascimento não representa um retorno romântico ao passado, nem uma desvalorização da tecnologia. Em vez disso, oferece uma via ecológica e sustentável para o futuro” Ricardo H. Jones

sábado, 5 de abril de 2008

Apresentar um plano de parto? Sim ou Não?

SIM!!! Claro que sim!!!



Para mim já existem partos humanizados em Portugal, no sentido que humanizar um parto é devolver o protagonismo à mulher. E deve-se muito aos planos de parto.


Acompanhei alguns partos humanizados na Mac. Sei que é preciso ter sorte com a equipa, mas se a mulher quiser e for mentalizada para que vai conseguir ter o parto com que sonha... eu acredito que consegue!

O plano de parto faz toda a diferença, plano que deve de ser enviado à direcção do hospital de preferência ANTES DAS 35 SEMANAS , e no dia do parto deve de ir agrafado ao livro da grávida , juntamente com a resposta da direcção.

contactos da Mac

suurgencia@mac.min-saude.pt

secretariadoca@mac.min-saude.pt

Acompanhei um parto na mac, em que a grávida pariu de cócoras apoiada em mim. Toques.... foi ela que pediu.... soro... nada... e ate desligaram o CTG.... o bebe só foi pesado, medido...vestido lavado...etc., no dia seguinte, esteve sempre ao colo da mãe, cordão só foi cortado pela própria depois de parar de pulsar... e a bebe sempre ao seu colo, não foi aspirada, não lhe puseram nada nos olhos não tinha luzes fortes, não foi pesada, medida, vestida, esteve sempre no colo da mãe e eu ali a amparar as 2 :) foi magico. Não teve episio....


Como foi possível? Plano de parto, muita determinação da parte da grávida... plano de parto, e apesar de ser suspeita tenho de o dizer... presença de uma doula...e mais uma vez..plano de parto...
É tudo possível...basta acreditar!!

Algumas declarações importantes que saíram ultimamente na imprensa - MAC

a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomende «liberdade de posição e movimento durante o trabalho de parto» e «estímulo a posições não horizontais durante o trabalho de parto e no parto». As posições verticais, tais como estar em pé, sentada, de joelhos ou de cócoras, facilitam o trabalho de parto por terem a gravidade a seu favor. «Um parto com a mulher deitada só tem comodidade para as pessoas que estão a fazer o parto», esclarece Jorge Branco, presidente do Conselho de Administração da Maternidade Alfredo da Costa (MAC), em Lisboa. «Vários estudos comprovam que as posições verticais podem tornar o parto mais rápido.», assegura.
Revista pais e filhos 2007/03/14



Jorge Branco acredita que a obstetrícia nacional está no bom caminho e prevê mudanças também nas outras maternidades: «É importante dar alternativas e comodidade às pessoas e nenhum hospital vai querer ficar atrás. Se uns começarem a mudar, os outros irão segui-los». Revista pais e filhos 2007/03/14


"a filosofia é a menor intervenção médica possível, relatou à Agência Lusa o seu director: Jorge Branco, sustenta ainda que “é uma questão de tempo” até que a classe médica aceite alterar algumas práticas a favor da humanização (...)

as camas são articuladas e permitem outras posições para o nascimento além da deitada
uma sala onde a cama foi substituída por um cadeirão especial, permitindo à parturiente deambular antes do parto e ter a criança sentada, posição que já foi solicitada pelas futuras mães “mais do que uma dezena de vezes”. “Tentamos não intervir demasiado” no parto, salientou Jorge Branco, enumerando que a “Episiotomia (incisão no perineo para facilitar o parto e evitar uma ruptura) só é feita quando há indicação e não se usa a ocitocina (hormona natural que é administrada no parto para induzir a contracção da musculatura uterina) por sistema”. Mas a humanização do parto, enfatiza Jorge Branco, passa também pelas exigências que são feitas pelas futuras mães. “Veria com muitos bons olhos que as mulheres exigissem mais” o parto fisiológico,
Agência Lusa na Dica da Semana 16/11/2006

O Serviço de Urgência dispõe, ainda, de uma “Roda de Partos” que permite às parturientes escolherem a posição mais confortável para dar à luz.http://www.mac.min-saude.pt/utente/urgencia.html

Regulamento Interno MAC

ARTIGO 4.º(Direitos e deveres dos utentes)

1. No seu funcionamento, os serviços da MAC assegurarão aos respectivos utentes a observância dos seguintes direitos dos mesmos:

a) O direito a ser tratado no respeito pela dignidade da pessoa humana;

b) O direito ao respeito pelas suas convicções culturais, filosóficas e religiosas;

c) O direito a receber os cuidados apropriados ao seu estado de saúde;

d) O direito à prestação de cuidados continuados;

e) O direito a ser informado acerca dos serviços de saúde existentes, suas competências e níveis de cuidados;

f) O direito a ser informado sobre a sua situação de saúde;

g) O direito a obter uma segunda opinião sobre a sua situação de saúde;

h) O direito a dar ou recusar o seu consentimento, antes de qualquer acto médico ou participação em investigação ou ensaio clínico;

i) O direito à confidencialidade de toda a informação clínica e elementos identificativos que lhe respeitam;

j) O direito de acesso aos dados registados no seu processo clínico;

k) O direito à privacidade na prestação de todo e qualquer acto médico;

l) O direito a, por si ou por quem o represente, apresentar sugestões e reclamações.



2. Devem os utentes da MAC observar os seguintes deveres:

a) O dever de zelar pelo seu estado de saúde;

b) O dever de fornecer aos profissionais de saúde todas as informações necessárias para obtenção de um correcto diagnóstico e adequado tratamento;

c) O dever de respeitar os direitos dos outros utentes;

d) O dever de colaborar com os profissionais de saúde, respeitando as indicações que lhe sejam recomendadas e, por si, livremente aceites;

e) O dever de respeitar as regras de funcionamento vigentes na MAC;

f) O dever de utilizar os serviços da MAC de forma apropriada e de colaborar activamente na redução de gastos desnecessários.

http://www.mac.min-saude.pt/regulamento.html



pagina com os mails da mac (muito útil) http://www.mac.min-saude.pt/mails.html

Com estes direitos e deveres, não vejo porque não apresentar um plano de parto. E vocês?

3 comentários:

Vamos ser Quatro! disse...

E no Hospital São Francisco Xavier, teve alguma experiência? O meu médico é o director de obstétricia de lá e é ele que me vai fazer o parto ( em principio) mas gostava imenso de mudar algumas coisas em relação ao parto que tive da minha filha, apesar de este ter corrido muito bem e de ter sido muito bem tratada.

Cat disse...

o seu medico esta disposto a acordar ás 5 da manha se entrar em tp a esta hora? Apresente-lhe o plano de parto, veja a reacção... tenho tido boas noticias do São Francisco Xavier

Carolina B disse...

Boas!!!
Do Hospital Beatriz Angelo sabem de algo? Obrigada desde ja.