Sobre o blog:

“A humanização do nascimento não representa um retorno romântico ao passado, nem uma desvalorização da tecnologia. Em vez disso, oferece uma via ecológica e sustentável para o futuro” Ricardo H. Jones

sábado, 12 de julho de 2008

Chucha? Sim ou Não???


O uso de chucha está amplamente divulgado na nossa cultura, ainda o bebé não nasceu... já tem uma chucha....

Mas o bebé não precisa de chucha pois a necessidade de sugar é satisfeita quando realiza a sucção do peito da mãe. Ouvimos muitas vezes a frase "está a fazer o peito de chucha!" Eu pergunto, como é possível... antes de inventarem a chucha já havia o peito...logo os bebés podem é fazer a chucha de peito!!!


A única maneira do bebé comunicar é chorar. Chora quando está com a fralda suja, com fome, com sede, com sono, quando quer carinho ou mesmo quando está feliz. O melhor é que a mãe tenha paciência para descobrir o que seu bebé quer e não simplesmente oferecer uma chucha que o deixará quieto por alguns instantes e não satisfará a sua necessidade de verdade. Ao estar a colocar uma chucha a um bebé que chora estamos a impedir a sua comunicação.

O uso da chucha pode levar ao desmame precoce. O bebé pode deixar de sugar no peito por causa da chucha. Isso acontece porque a posição da língua na amamentação é diferente da posição chucha.

Como sugar a chucha é mais fácil, na hora da amamentação o bebé colocará a língua na posição da sucção da chucha e não conseguirá retirar o leite, chorando de fome e rejeitando o peito.


O leite do peito é o melhor alimento para o seu bebé, contém todos os nutrientes necessários além de ser uma “vacina” (ajuda na formação do sistema de defesa do bebé). A sucção da chucha deixa os músculos das bochechas, lábios e língua flácidos, sem força, não sendo benéfico na mastigação e deglutição.


O desenvolvimento da fala pode ser afectado já que a criança não terá força na musculatura para executar alguns sons.


Outra consequência que a chucha traz é a alteração da arcada dentária como a mordida aberta e a mordida cruzada. A criança fica com os dentes tortos, contribuindo ainda mais para a dificuldade de mastigar, deglutir e falar.


O simples uso da chucha pode trazer outros malefícios à criança futuramente. A respiração é outra função que também se altera. O uso da chucha faz com que a criança respire pela boca. A respiração oral ocasiona alteração de postura, sono agitado, com ronco.


Favorece o aparecimento de otites. Estudos recentes demonstraram que as otites do ouvido médio são mais frequentes nos bebés que usam chupeta continuamente.


Mas também tem benefícios - Reduz o risco de síndrome de morte súbita do lactente (SMSL)

e pode evitar o "chuchar no dedo".

O hábito de sugar o dedo pode ser prejudicial para o desenvolvimento dos maxilares, promovendo o padrão anteriorizado da língua entre as gengivas ou dentes, causando deformação na arcada dentária e alteração da produção de sons.



Antes de oferecer a chucha, os pais devem pensar nas consequências e benefícios que isso trará para o seu bebé. A decisão é sempre VOSSA.


2 comentários:

PM disse...

"Eu pergunto, como é possível... antes de inventarem a chucha já havia o peito...logo os bebés podem é fazer a chucha de peito!!!"

É bem verdade!!! E pobres crianças que fazem da chucha o peito...

Cat disse...

pois é... é dificil de aceitar que quem precisa da chucha são os pais, os bebes passariam bem sem elas...